Reflexão 9 - MUDRÁ

Mudrá deve ser pronunciado sempre com a tônico. Significa literalmente gesto, selo ou senha.

Mudrá é a linguagem gestual feita com as mãos, são gestos que nos permitem sintonizar com energias de frequências específicas, é a sincronia com o Universo e a base do equilíbrio e da cura.

As mãos são sumamente importantes para a consciência humana - o desenvolvimento do cérebro só foi possível depois do desenvolvimento das mãos que aprenderam a segurar ferramentas

As mãos colocadas em Mudrá atuam como antenas canalizando as energias de cura para todo o nosso ser.

O Mudrá tem a sua origem na antiga tradição tântrica ligados aos rituais e usados ligados à entonação de sons e à visualização mental, simbolizando o corpo (mudra, a palavra (mantra) e o espírito (visualização) para invocar a divindade com que se quer estar em união. No Hatha Yôga são elementos que dão suporte a prática.Também podemos entendê-lo como a parte do Yôga que estuda e aplica os efeitos dos gestos sobre o psiquismo e, por consequência, sobre o corpo físico.

Atuam por associação neurológica e por condicionamento reflexológico e influenciam a esfera hormonal pois são ligados ao fluxo das energias da mente e do corpo energético que fazem parte do corpo físico justamente por meio do sistema endócrino e do sistema nervoso simpático e parassimpático produzindo efeitos fisiológicos e psíquicos benéficos e proporcionando a saúde psicossomática, o equilíbrio dinâmico e a harmonia interna.

O Mudrá pode ser entendido como a senha para executar os programas do seu computador interno e permitindo que o microcosmo de nosso corpo se harmonize com os ritmos do Universo.

A representatividade dos dedos:

DEDO POLEGAR - representa o elemento fogo e sua função energética é equilibrar as energias do corpo nutrindo quando deve alimentar-se e destruindo tudo que deve eliminar-se; é onde reside nossa consciência divina.

DEDO INDICADOR - representa o elemento ar e sua função é prover a capacidade de criar e de pensar; traz as inspirações divinas; é onde residem nossos diferentes estados de ânimo.

DEDO MÉDIO - representa o elemento espaço e sua função é prover a energia necessária para atuar e viver em harmonia com o mundo espiritual.

DEDO ANULAR - representa o elemento terra e sua função é prover de forças para defendermos e lutarmos pelo que é nosso equilibrando o interior para enfrentar qualquer situação externa.

DEDO MÍNIMO - representa o elemento água e sua função é prover a capacidade de interagir com os outros corretamente; se encarrega de trabalhar as emoções.

Vamos conhecer algumas mudrás:
ABHAYA MUDRÁ - é um dos mudras mais espirituais que existem e atuam sobre o nosso espirito e a nossa psique.

PRÔNAM MUDRÀ - nesta senha, a mão de polaridade positiva se espalma na de polaridade negativa, fechando um importante circuito eletromagnético que faz circular a energia dentro do próprio corpo e recarregá-lo, especialmente se executado durante ou após os mantras.
Palmas das mãos unidas à frente do peito.


SHIVA MUDRÁ - para meditação; neste mudrá devemos sentir nossas mãos como um cálice onde aumenta a receptividade da preciosa herança milenar de força e sabedoria.
Dorso da mão positiva (direita) pousa sobre a palma da mão negativa (esquerda)

JÑÁNA MUDRÁ - esse gesto conecta os dois pólos (positivo e negativo) de cada mão equilibrando os dois hemisférios cerebrais e acalmando o sistema nervoso
Junte a ponta do polegar com a ponta do indicador formando um círculo e estique os outros dedos.ÁTMAM MUDRÁ - com os dez dedos envolvidos cria um empuxo que ascenciona a energia sexual coluna acima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fico feliz por você deixar sua opinião - ela é muito importante para mim!
Muita luz e amor
mirna