Fuga




Em meio a derrocada do ego,
resplandecendo entre luzes,
estrelas, planetas, cometas...
Em um louco vôo cego,
transcendendo através de cones,
quadrados...retratos... retardos...
avalanches de inúmeros nomes...
No caos, no âmago, entre o sol e o horizonte,
ultrapassando sistemas, esferas, quimeras...
Indo... indo...cada vez mais longe...
nessa fuga inconsciente, sincera,
em busca de algo que então quisera.
E no encontro final e perplexo...
enfim, nosso amor encontra nexo...

2 comentários:

  1. Muito bom, muito bom mesmo !!!!! Palavras que se encontram naturalmente.... como o amor !

    Parabéns !

    Bjus e espero uma visita qq dia !

    ResponderExcluir
  2. Miga querida!!!!!!!!!!!!!

    Li seu poema,......olhei para dentro de mim,tentando achar respostas para tal....
    fuga de mim. beijos

    ps* ah mami ,beijo meu pra minha dinda ,escreve mamã..da bronye( bj na branca)

    ResponderExcluir

Fico feliz por você deixar sua opinião - ela é muito importante para mim!
Muita luz e amor
mirna