Transpor




Cavalgando uma nuvem macia
espalhando palavras no ar...
vamos juntas, eu e a poesia,
nas asas do vento, a sonhar...
Vamos buscar as estrelas
que tanto vimos brilhar
e procurar, entre elas,
os versos que ousamos rimar...
Por entre os raios dourados
ou os bordados da noite...
entre tempo, presentes e passados,
da luz sentindo o açoite.
Mas voltaremos no clarão da lua
para em palavras marcar
toda inspiração que aflua
da alma a transbordar.

Um comentário:

  1. Amiga Mirna

    Em cada dia que passa, sua inspiração
    poética ganha mais força e assim nos
    brinda com poemas cada vez mais bonotos.

    Um Beijo

    Alvaro

    ResponderExcluir

Fico feliz por você deixar sua opinião - ela é muito importante para mim!
Muita luz e amor
mirna