Se a vida parasse




Se a vida de repente parasse,
congelada por um motivo qualquer...
e tudo assim ficasse
suspenso na pétala de um bem-me-quer,
talvez então o tempo perdido
num caminhar divergente,
num pretenso esquecido,
nos aproximasse novamente...
Se a vida de repente parasse...
seríamos uma única luz
ao invés de luzes que se procuram
no eterno buscar que esse amor induz!

2 comentários:

  1. poeira cósmica... o que somos...
    tudo é nada...
    apenas...
    ilusão...

    ResponderExcluir
  2. Olá Mirna

    Hoje estive preguiçoso, cheguei tarde, mas não falto. Não poderia perder de deliciar-me com este
    lindo poema. Adorei.

    Um beijo

    Alvaro

    ResponderExcluir

Fico feliz por você deixar sua opinião - ela é muito importante para mim!
Muita luz e amor
mirna