Azo


Mesmo em escuros labirintos
ou acionando cores a vibrar...
pintando com matizes retintos
paisagens e sonhos, num devanear.
Sempre lá está você,
junto a mim, a me amar...
e nunca me deixa à mercê
de meus abismos... de meu fraquejar!

Um comentário:

  1. Minha amiga Mirna

    Uma vez mais me desculpe compreenda esta minha demora.
    Adorei este poema lindo de sentimento.

    Beijinhos

    Alvaro

    ResponderExcluir

Fico feliz por você deixar sua opinião - ela é muito importante para mim!
Muita luz e amor
mirna