Compasso

Tempo indo... em louca corrida,
levando por correntes velozes
toda sutileza dessa vida,
como também imagens atrozes.
Então o vento chega soprando
suas palavras que nunca esqueci...
me pergunto se existe o quando
se o passado ainda está aqui.
Vivendo nesses meus pensamentos,
crescendo sempre nesse meu amor...
tantas saudades desses momentos!
O tempo então deixa de ser,
de existir... um mero marcador,
compasso do que ousamos viver!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fico feliz por você deixar sua opinião - ela é muito importante para mim!
Muita luz e amor
mirna