AUSÊNCIA


Ausência de tão claro sentir
como um som que não quer calar;
como uma lágrima a vir
gelando... pela alma a rolar;
Ausência, falta tão presente...
de um cálido toque de mão,
de um terno olhar conivente
nascido no coração...
Ausência, falta tão presente...
de um amor puro e real
que hoje distante se sente,
mas que nunca terá igual!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fico feliz por você deixar sua opinião - ela é muito importante para mim!
Muita luz e amor
mirna