PREÂMBULO


Guardei seu sorriso franco;
engavetei seu olhar...
o lembrar?... deixei em branco,
para não ter de voltar...
Seu toque na minha pele,
escondi no fundo da vida...
para não perceber o que impele
meu retorno à estrada antiga.
Mas sua imagem ficou,
presente em todo o lugar
onde você também sonhou
viver num pleno amar!

2 comentários:

  1. Bom dia!



    Andamos um pouco afastados! Agora, retornamos. Tentaremos ser mais freqüentes em nosso blog e nas nossas visitas, pois aqui colhemos poesia para enfrentar o dia a dia.



    Um abraço carinhoso



    Théo Drummond e Clau Assi

    ResponderExcluir
  2. Belíssimo! Amei, querida. Bjokas. XB

    ResponderExcluir

Fico feliz por você deixar sua opinião - ela é muito importante para mim!
Muita luz e amor
mirna