ÀGUA


Ser como a água: versátil,
escorrendo, lenta... Insistente;
vencendo obstáculos mil...
E quando em diamante gelado,
não deixa a memória morrer
de tudo o que é e o seu legado;
Viaja nos braços do vento;
se joga à terra, em amor...
e diante do sol sedento,
evapora, em entrega e ardor...
Infiltra no solo profundo,
transpira nos vegetais, delicada,
e pousa, como um suspiro fundo,
na neblina densa e espalhada;
Quem dera saber ser assim:
nunca estagnar ou escorregar,
fluindo sempre, em corpo e lugar,
chegando perto,tão perto,
da leveza do reino amar!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fico feliz por você deixar sua opinião - ela é muito importante para mim!
Muita luz e amor
mirna