Estou de amores




Estou de amores como o mar...
Me encanta o seu murmurar,
sua irreverência peculiar,
sua voz inefável no ar...
Transmuta munha alma indefesa,
abraça meu corpo arredio...
me torna, além da presa,
uma mulher, uma tigresa!...
Estou de amores com o vento...
subjugada ao seu alento,
esperando seu acalento,
mesmo quando em total tormento...
Envolve minha pele,
me toca com ousadia...
faz com que me revele...
lasciva, sensual, inerme!...
Estou de amores com o céu...
tocada pelo misterioso véu,
extasiada... perdida ao léu,
presa em seu arpéu!...
Me prende pela beleza,
arrebata meu ser em entrega...
me fascina pela grandeza,
e me toma inteira, com delicadeza!...
Estou de amores com os três...
o mar... o vento... o céu...
e vivemos assim, sem escarcéu,
sem precisar optar, sem dilema,
juntos... todos em um poema!


2 comentários:

  1. Simplesmente maravilhoso este poema.
    Estar de amores com o mar,o céu e vento,
    que melhor se poderá desejar?

    Um beijo

    Alvaro Oliveira

    ResponderExcluir
  2. Obrigado! Obrigado! Obrigado! Volto para agradecer por sua visita e também pelo seu gentil e amável comentário. Sinto-me feliz e honrado por sua amizade, muito gratificado pelo apreço que demonstra. Obrigado mais uma vez por sua presença. James Greene costumava dizer; "Todo o bem que eu puder fazer, toda a ternura que eu puder demonstrar a qualquer ser humano, que eu os faça agora, que não os adie ou esqueça, pois não passarei duas vezes pelo mesmo caminho.” Confesso que é muito confortante ter bons amigos mesmo que seja virtual, não importa. Assim desejo tudo de bom para você. Volte sempre! Encontrar-nos-emos sempre por aqui. Felicidades. Tenha uma semana recheada de muito brilho, sucesso, paz, saúde, bênçãos, proteção e alegria. Que Deus esteja presente em cada momento. Um fraterno abraço.
    Valdemir Reis

    ResponderExcluir

Fico feliz por você deixar sua opinião - ela é muito importante para mim!
Muita luz e amor
mirna