Sombra


 Você que passa correndo...
sem nada ver... pela pressa da lida,
momentos únicos perdendo
e esquecendo da vida.
Sem sentir, por estar anoitecendo,
sem nem conhecer o amanhecer...
sombra somente a passar...
fascinado pelo ter,
esquecido da beleza de ser
e de sua estrada vivenciar!

2 comentários:

  1. Gostei muito deste...
    Interpretações possíveis, o humano se afasta cada vez mais de sua própria essencia e á um ser morto, um zumbi, esquecido ou nem nunca pensou sobre para poder esquecer, da beleza da estrada que é a vida, tortuosa sim, mas bela.
    Parabéns
    bjo

    ResponderExcluir
  2. Olá Mirna

    Mais um dos seus belos poemas que tanto adoro ler

    Na realidade o homem se afasta demasiado do seu
    próprio Ser.
    Uma linda semana

    Um Beijo

    Alvaro

    ResponderExcluir

Fico feliz por você deixar sua opinião - ela é muito importante para mim!
Muita luz e amor
mirna