Junto a mim

Por estradas, caminhos, vias;
por dentre altos e baixos...
por paisagens vazias,
por bosques, vales e nichos;
Onde quer que eu ande,
você anda sempre comigo...
E na vida, sem fronteiras,
na aventura de existir,
equilibrando nas estribeiras,
aprendendo a chorar e a rir...
Onde quer que eu ande,
você anda sempre comigo...
Como pode um amor tão grande
e estarmos afastados assim,
se mesmo estando distante
você sempre está junto a mim...
Onde quer que eu ande,
você anda sempre comigo!

Um comentário:

  1. Amiga Mirna
    Lindo este poema, pleno de
    sentimento de amor.

    Um beijo

    Alvaro

    ResponderExcluir

Fico feliz por você deixar sua opinião - ela é muito importante para mim!
Muita luz e amor
mirna