Horas


Horas badaladas
numa marcação contínua...
refaz palavras faladas,
retorna à verdade nua...
Num som único e sem piedade
transcende além do sublime,
nefasta e gentil qualidade
que liberta quando oprime...
Viajando ao virar desse som,
no silêncio do universo
que dorme indiferente ao dom
de se fazer em verso!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fico feliz por você deixar sua opinião - ela é muito importante para mim!
Muita luz e amor
mirna