CERTEZA


Mesmo sob a chuva fria,
debaixo de nuvens escuras,
a luz do sol, fugidia,
ultrapassa as formas duras
das nuvens que caem, caladas,
sobre as encostas sozinhas...
E, ali, na beira do nada
sobre precipícos caminhas...
e danças, direto ao vazio,
pois sabes que a ponte de luz,
crescida nas tuas entranhas,
ampara teu corpo vadio...
Certeza - fé que reluz –
ilumina o camnho... e a alma;
e em todo lugar te conduz,
estrela –guia , forte e serena,
que sobre tua tez se espalma!

Um comentário:

  1. Lindo seu blog, e suas poesias também...parabéns...abraços...

    ResponderExcluir

Fico feliz por você deixar sua opinião - ela é muito importante para mim!
Muita luz e amor
mirna